Games e captura de dados

Primeiro devaneio do dia tem a ver com os recentes anúncios de plataformas de games lançadas pelas Big Tech.

Essa matéria aqui traz coisas interessantes sobre esse mercado, mas eu queria me ater à questão dos dados.

O negócio das Big Tech são dados e isso não é novidade.

Os games têm em seu sentido primeiro a interação do usuário e, com isso, se consegue um aprofundamento da captura de dados que os serviços de áudio e vídeo não conseguem.

Manetes e outros dispositivos de entrada são quase, quando não são, vestíveis, o que possibilita a captura de dados até biométricos com precisão.

Enfim...

Sorria, você está sendo vigiado até em seus momentos de diversão.